Quinta-feira
21 de Setembro de 2017 - 

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber informações jurídicas

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
32ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
33ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
33ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Oficial dos bombeiros investigado por propina é preso com arma raspada e munições

Em audiência de custódia realizada nesta quarta-feira, dia 13, o juiz Marco Couto converteu em preventiva a prisão em flagrante do tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Eric Soledade do Lago, após apreensão na casa do oficial de um revólver calibre 38 com a numeração raspada, além de mais de cinquenta cartuchos. O tenente-coronel é acusado de ser um dos líderes do grupo de oficiais e bombeiros suspeitos de receber propina para conceder licenças a estabelecimentos comerciais. Ontem, dia 12, a Corregedoria Geral Unificada da Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) realizaram operação para cumprir mandados de prisão contra 38 pessoas, das quais 35 bombeiros, acusados de integrarem a quadrilha. No momento em que se buscava cumprir o mandado de prisão de Eric, foram encontradas a arma e as persas munições. “Note-se que foram apreendidos na residência do custodiado um revólver calibre 38, com a numeração raspada, além de cinquenta cartuchos calibre 38 e três cartuchos calibre 32. Convém ressaltar que o fato de o preso ser Tenente-Coronel do Corpo de Bombeiros torna mais gravosa a sua conduta, na medida em que tinha inequívoca ciência da ilicitude de sua conduta”, frisou o magistrado durante a audiência. Processo nº 0236931-20.2017.8.19.0001 JM/AB Em audiência de custódia realizada nesta quarta-feira, dia 13, o juiz Marco Couto converteu em preventiva a prisão em flagrante do tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Eric Soledade do Lago, após apreensão na casa do oficial de um revólver calibre 38 com a numeração raspada, além de mais de cinquenta cartuchos. O tenente-coronel é acusado de ser um dos líderes do grupo de oficiais e bombeiros suspeitos de receber propina para conceder licenças a estabelecimentos comerciais.Ontem, dia 12, a Corregedoria Geral Unificada da Secretaria de Segurança Pública e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) realizaram operação para cumprir mandados de prisão contra 38 pessoas, das quais 35 bombeiros, acusados de integrarem a quadrilha. No momento em que se buscava cumprir o mandado de prisão de Eric, foram encontradas a arma e as persas munições.“Note-se que foram apreendidos na residência do custodiado um revólver calibre 38, com a numeração raspada, além de cinquenta cartuchos calibre 38 e três cartuchos calibre 32. Convém ressaltar que o fato de o preso ser Tenente-Coronel do Corpo de Bombeiros torna mais gravosa a sua conduta, na medida em que tinha inequívoca ciência da ilicitude de sua conduta”, frisou o magistrado durante a audiência.Processo nº 0236931-20.2017.8.19.0001JM/AB
13/09/2017 (00:00)

Contate-nos

Av. Nossa Senhora de Copacabana  500  sala 710
-  Copacabana
 -  Rio de Janeiro / RJ
-  CEP: 22020-001
+55 (21) 31490015+55 (21) 984435981
Visitas no site:  738
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.